Uma das primeiras perguntas que as pessoas fazem em restaurantes e cafeterias é “qual a senha do Wi-Fi?”. É quase natural que os clientes desejem WiFi quando entrarem em um espaço para reduzir o uso de dados e para amenizar a espera.

Embora os serviços de saúde não se enquadrem na mesma categoria que restaurantes, eles ainda podem se beneficiar ao oferecer uma experiência segura e eficaz de Wi-Fi .

Pacientes entretidos enquanto esperam

Embora médicos e profissionais de saúde não desejem que as pessoas passem mais tempo do que o necessário se pacientes estiverem distraídos utilizando o Wi-Fi, terão algo em que pensar além do procedimento e do processo de recuperação, aliviando a ansiedade e mantendo-os relaxados. E não perceberão tanto se tiverem que esperar alguns poucos minutos extras até serem chamados.

Apresentar e compartilhar informações sobre procedimentos, documentação, saúde e serviços também são oportunidades. Um paciente, por exemplo, pode ir ao dentista por conta de uma obturação e agendar uma limpeza de rotina enquanto estiver lá por conta de uma informação disponibilizada na rede Wi-Fi.

Conecte-se com pacientes através de push notification e por email

Além dos conteúdos que podem ser apresentados no momento que o paciente está na área de espera também é possível se conectar por meio de redes sociais e email que serão solicitados como parte do processo de registro/login. A partir daí, você pode enviar mensagens ao longo do ano com informações relacionadas à sua área de especialidade ou serviço.

Em vez de os pacientes procurarem seus serviços uma vez por ano ou apenas quando adoecem ou sempre procurarem por um serviço no livreto do convênio seus comunicados podem manter sua marca sempre na lembrança. O que garantirá um maior índice de retorno e menor necessidade de busca por novos clientes.

A área de saúde pode aprender com as informações do paciente

Um dos principais benefícios do uso de uma solução WiFi segura é a análise. Hospitais e consultórios podem identificar horários de pico para melhorar o dimensionamento da equipe e estar preparado grandes fluxos de visitantes.

Mapear a quantidade de tempo que os pacientes passam, em média, buscando tratamento para saber se o consultório precisa de recursos adicionais. Ou ainda geolocalizar o paciente e aprender onde ele, eventualmente, se perde no hospital ou no consultório.

Oferecer WiFi ajuda a entender melhor o comportamento dos pacientes e da equipe e a descobrir maneiras de melhorar suas experiências.

A conformidade com LGPD

Ainda que a LGPD expresse uma nova cultura, no sentido de que agora o cliente/consumidor pode participar e se envolver em relação aos dados que as organizações têm em seus bancos de informações sobre ele, é um processo que requer atenção especial, até mesmo para evitar que elas tenham a sua imagem prejudicada no mercado, por não observar a lei em suas práticas.

Quer saber mais ?
Preencha o formulário e entraremos em contato.