Micro tédio são aquelas horas de espera no trânsito, na fila ou na espera do consultório nos quais não há o que fazer. Este é o momento em que os smartfones abrem uma janela para o mundo, dando acesso a todo o tipo de informação e passatempo.

Mas se o consumidor acessa o mundo por meio do celular, este também pode ser uma janela para aumentar as vendas do comércio varejista. No entanto, é necessário ter ferramentas que permitam recolher as informações necessárias para isto.

Como usar o micro tédio a favor das vendas

Sempre há, no varejo, pressão para atingir e superar as metas de vendas. Para conseguir o objetivo, é necessário entender o comportamento de quem frequenta a loja, e o Wi-Fi pode ajudar nisso.

O comércio online já se consolidou, mas 70% parte da chamada “Geração Z”, nascida a partir de meados dos anos 1990, ainda prefere fazer compras em estabelecimentos físicos. Essa informação é de uma pesquisa de 2017 da IBM e a National Retail Federation nos EUA.

O Wi-Fi e o mapeamento dos hábitos dos clientes

Na mesma pesquisa da IBM e NRF, foi constatado que, durante as compras, 90% dos shoppers costumam acessar o celular. No Brasil, o Ibope, na pesquisa Mobile Report, mostra que o uso de celular em situações de espera era algo consolidado já em 2015.

De acordo com a pesquisa, em filas, por exemplo, que é uma situação que pode acontecer em lojas varejistas, 60% dos consultados usavam seus smartfones. Portanto, se a loja oferecer uma conexão Wi-Fi aos clientes, pode ter uma ferramenta poderosa para captar informações.

Como é feito

A solução BeCloud Wi-Fi oferece a possibilidade de analisar tanto o fluxo de pessoas como o mapa de calor, além da interpretação efetiva dos dados gerados pelas ferramentas. Dessa forma, podem ser feitas recomendações estratégicas para o contratante.

A solução já atua em 550 redes com 10 mil pontos, coletando e analisando dados de cerca de 8 milhões de pessoas, oferecendo a possibilidade de identificação de perfis e padrões de consumo.

Exemplo

A partir de uma conversa com o gerente de marketing de uma rede de lojas, por exemplo, é avaliada a melhor forma de atender à empresa: com Wi-Fi, contagem de fluxo de pessoas, mapa de calor ou a integração delas.

Depois, é feita a venda dos equipamentos com a instalação física deles e do software de gerenciamento, a partir do qual os dados são analisados. Ao final do período de análise, é feito um relatório com recomendações ao cliente.

Com as soluções, é possível identificar o shopper pelo CPF ou cadastro no Wi-Fi, oferecer a ele promoções especiais, saber o fluxo de pessoas na loja e descobrir, por meio do mapa de calor, as áreas de maior concentração.

A partir daí, é possível indicar melhorias que podem ser feitas para melhorar o direcionamento dos produtos aos clientes e, dessa forma, aumentar as vendas. Recolher os dados e saber o que fazer com eles é o diferencial da solução BeCloud Wi-Fi.